Promessas do Rapaki não realizadas (parte 1)

25 setembro, 2008

Nós últimos 4 anos, o agora quase ex-prefeito Rapaki viveu só de promessas.

Como estamos em tom de despedida, vou começar a colocar aqui, todas promessas não realizadas pelo pseudo-prefeito.

Promessa número 1:

– Acabar com as casinhas comerciais 2×2, que escondem os pontos turísticos de Tramandaí.

Casinhas 2x2 escondendo Pontos Turisticos

Foto atual ao lado da Ponte Tramandaí-Imbé (Giuseppe Garibaldi)

Foto quando não existia as casinhas 2x2

Foto da ponte Giuseppe Garibaldi quando não existia as casinhas 2x2

Notem, que as ruas de Tramandaí eram melhores conservadas a 30 anos atrás.
Tenho certeza que naquela época, chovia tanto quanto agora! Não entendeu? [Clique Aqui]

4 Responses to “Promessas do Rapaki não realizadas (parte 1)”

  1. João Ninguem Says:

    Em 2008 a pref recebeu (somente em 2008)

    DO GOVERNO
    R$ 20.130.094,42

    sendo 9.594.860,25 de Royalties pela Produção de Petróleo e Gás Natural, q vcs sabem de onde vem

    +

    IMPOSTOS Q AINDA ESTAMOS PAGANDO
    R$ 53.000.000,00 (mais ou menos isso ai)

    =

    R$ 73.130.094,40

    DADOS COMPROVADOS PELO GOVERNO

    COM ESSE DINHEIRO QUE È SOMENTE DE UM ANO PODE-SE FAZER ISSO

    Construir mais de 5.417 Casas Populares de 40 m2, ou
    Construir mais de 6.094 Salas de Aula equipadas, ou
    Construir mais de 914 Km de Redes de Esgoto, ou
    Construir mais de 99 Km Asfaltado de Estradas, ou
    Pagar mais de 192.448 Salários Mínimos, ou
    Fornecer mais de 769.790 Bolsas Família, ou
    Comprar mais de 457.063 Cestas Básicas, ou
    Comprar mais de 1.045 Ambulâncias equipadas, ou
    Construir mais de 1.556 Postos Policiais equipados, ou
    Construir mais de 291 Postos de Saúde equipados, ou
    Comprar mais de 3.259 Carros Populares, ou
    Contratar mais de 5.224 Policiais por ano, ou
    Contratar mais de 6.304 Professores do Ensino Fundamental por ano.

    Tudo obras de qualidade, comparadas as feitas em grandes cidades, sem meia boca.

    SÓ PARA COMPARAR GRAMADO, QUE QUEM CONHECE NEM PARECE BRASIL NÃO SOMENTE PELA BELEZA MAS PELA ADMINISTRAÇÂO
    GANHA DO GOVERNO R$ 10.494.218,30 + 45.000.000,00 DE IMPOSTOS SÓ EM 2008.

    E NA CIDADE QUE JÁ MOREI, TRÊS COROAS VIZINHA DE GRAMADO, A MELHOR CIDADE EM MINHA OPNIÂO, TEM TUDO, ESPORTE, QUADRA EM TUDO QUE É CANTO, SAUDE, TRABALHO, EDUCAÇÂO DE PRIMEIRA E TUDO DE BOM, VERDADE MESMO. COM UMA POPULAÇÃO DE UNS 35 MIL GANHA R$ 6.559.386,18 DO GOVERNO + 22.000.000,00. SÓ EM 2008.

    CONCLUSÂO: A ADMINISTRAÇÂO DE TRAMANDAI É UMA BOSTA.

    E nem uma obra feita para disfarçar os desvios.


  2. Rapaiz
    tramandai era bunitinha, tinha até uma plaquinha da Pepsi.


  3. […] Agora começamos os posts pós-eleição e depois voltamos com a série de promessas não cumpridas pelo atual prefeito Edegar Rapaki. […]

  4. Rogerio Says:

    Sobre o que fizeram na Rua Ubatuba de Farias, mataram as lindas árvores (pinheiros) que embelezavam o local. Simplesmente a rua ficou horrível, como alguém pode fazer uma coisa assim quando o mundo todo só pensa em preservar o verde. Os responsáveis devem ser processados. Alguma atitude será tomada pelos moradores?

    Eu vi o plano diretor e não acreditei que estão pensando em construir um TELEFÉRICO na Ubatuba de Farias, só pode ser idéia de malucos. Teleférico para levar de onde para onde??? Um bairro que é essencialmente de moradias, especialmente veranistas e alguns moradores, o que farão com o canteiro da Ubatuba?

    Agradeço se responderem a estas questões, tenho muito carinho pelo bairro da Barra.

    Rogerio


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: